segunda-feira, 16 de março de 2015

Não siga as regras

Não deixe o chinelo virado.
Não passe debaixo da escada.
Bater 3 vezes na madeira.
Ore sempre mas refeições.
Não coma carne na sexta feira santa.
Faça o sinal da cruz
Não trabalhe aos sábados.
Não coma carne de porco.
E por aí vai, são inúmeras as tradições impostas por religiões sem qualquer finalidade para nossa época.

O que será que agrada mais a Deus;
Uma pessoa que não mente  em nenhuma hipótese, ou alguém que não come algum tipo de comida?

Será que existem pessoas que são sempre honestas, nunca falam palavrões oi coisas imorais?

O que Deus quer? Alguem que não cobiça a mulher do próximo ou faz piadinhas sexuais, ao invés de não trabalhar aos sábados?

Isaías 29:13
O Senhor diz: "Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam é feita só de regras ensinadas por homens.

Marcos 7:6-8
Ele respondeu: Bem profetizou Isaías acerca de vocês, hipócritas; como está escrito: Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens. Vocês negligenciam os mandamentos de Deus e se apegam às tradições dos homens.

O que será que seguimos, Deus ou regras?
Seguimos tradições sem sentido ou valores morais e espirituais?
O que é de fato mais importante, as coisas externas que fazemos ou nossos corações?

Marcos 7:9-13
E disse-lhes: Vocês estão sempre encontrando uma boa maneira de pôr de lado os mandamentos de Deus, a fim de obedecerem às suas tradições! ...Assim vocês anulam a palavra de Deus, por meio da tradição que vocês mesmos transmitiram. E fazem muitas coisas como essa.

Hoje em dia principalmente no mundo evangélico há tantas doutrinas que muitos seguem a risca: não cotar cabelo, uso de saia, homens e mulheres separados no culto, cota de evangelismo, correntes de prosperidade, fitinhas, objetos abençoados...

Mas o quanto Ler a Bíblia e orar diariamente é um hábito e prazer?
O quanto falar a verdade, ser honesto, e não ter um vocabulário perverso, cheio de piadinhas sexuais é uma realidade em nossa vida pessoal em casa e no trabalho mostrando assim que somos diferentes do mundo, que somos luz e é sim possível viver sem palavrões, infidelidade, bebidas,  drogas, e desonestidade.

As pessoas devem perceber que somos cristãos pelo estilo de vida que temos, e não por cumprirmos regras externas independente da igreja ou denominação.

Marcos 7:15
Não há nada fora do homem que, nele entrando, possa torná-lo impuro. Ao contrário, o que sai do homem é que o torna impuro.