quinta-feira, 19 de julho de 2018

Existência

Ninguém pode dominar o vento, nem segurá-lo. Assim também ninguém pode evitar a morte, nem deixá-la para outro dia. Nós temos de enfrentar essa batalha, e não há jeito de escapar.
Eclesiastes 8:8 NTLH

Por que você existe?
Se você não tivesse nascido qual impacto o mundo teria?
Quais pessoas seriam mais felizes, ou mais tristes?
Quais empresas teriam prosperado mais ou menos?
O que deixaria de existir como é?
Quem eu ajudo?
Quem me ajuda?
Quem eu sirvo?
Para quem sirvo?
Quem me serve?
Sua vida da sentido a outras vidas?

Se você morresse hoje, como seria para as pessoas ao seu redor?
Quanto tempo levaria para sua família se reestruturar sem você?
Do que as pessoal mais sentirão falta?
Quem realmente sentirá sua falta?

Pessoas nascem e morrem diariamente.
Pessoas passam por alegria e dor diariamente.
O mundo, e toda a carga de trabalho não acabam nunca.
Tem sempre algo a ser feito.
Mas, é se... Eu não fizer?
Simples, outro fará!
Talvez melhor, talvez pior!
Ninguém sabe, não tem como saber.

A vida está em aberto, tudo é um risco.
Só damos valor a alguém quando perdemos.
E não somente quando perdemos, mas quando deixamos de ter o que a pessoa proporcionava, seja companhia, cumplicidade, amizade, dinheiro, prazer, amor, trabalho, ensino...

Filhos, família, ajudam a nos dar sentido, felicidade, senso de propósito, mas uma hora isso passa, filhos se casam e vão em bora, pessoas adoecem e morrem, ou vão em busca de outra pessoa que percha o vazio que você não conseguiu preencher.

Muitos vivem uma constante guerra emocional, financeira, de dependência, de consumismo, correndo atrás de tudo, como se tudo fosse realmente importante, e esquecem do principal, do que realmente faz sentido, do que produz paz, amor, família, amigos, gratidão.

Para que você serve?
Para que você trabalha?
Quais são seus principais objetivos na vida?
Qual seu valor?
Você tem fome do que?
Porque você levanta da cama diariamente?
Fisicamente, emocionante, financeiramente, para quem você tem algum outro propósito?

Quem te ligou hoje, ontem, essa semana, esse mês, apenas para saber como você está, ou como está seu dia, o que você tem feito, quem tem se preocupado realmente com você?

Se amanhã você não acordar...
Quem chorará?
Quem carregará seu caixão?
Quem se beneficia?
Quem realmente perderá?
O que de fato será perdido?
Você é alguém, ou apenas um provedor de recursos e atividades?

Quem realmente curte a sua vida?
Quem gosta do que você faz?
Quem esta sempre junto com você, quando você faz algo legal?
Não apenas suas postagens, mas quem realmente te segue na vida real e não só no mundo virtual?
Com quem você realmente vive?
O que você realmente vive?
Com quem você vive?
Quem compartilha a vida com você?

O que faz sentido a você?
Para quem você faz sentido?
A quem sua vida agrega algum valor?
Quem realmente precisa de você exatamente como você é?
Quem te acha um alívio?
Quem te acha um peso?
Quem você incomoda?
Quem te incomoda?
O que faria você mudar?
Quem mudaria por você?

Quem tem coragem de responder essas perguntas sinceramente?
Afinal quem conseguiria responder a qualquer uma delas com 100% de certeza, ou até mesmo conversar com alguém a respeito.
Afinal ninguém tem plena certeza de nada.
Tudo depende das circunstâncias, do momento.
E o que realmente importa nunca é a resposta, é sim as perguntas, pois as respostas mudam, mas as perguntas não, os questionamentos nos fazem apenas refletir se estamos indo na direção correta, se ainda faz sentido continuar, se não seria hora de mudar algo, de identificar o que nos aflinge, o que nos incomoda, e no fundo buscar não somente o que nos faz feliz, mas o que dá sentido a todos aí nosso redor.

Mas o que você está fazendo?
Para onde você está indo?
A questão é que tem muita gente parada.
Inerte, apenas sobrevivendo, sem rumo, dia após dia, sem sonhos, sem objetivos, sem metas, apenas na rotina de trabalhar e pagar as contas, que nunca acabam.
O problema não está na falta de recursos, ou de tempo, é sim na falta de objetivos, planos, nestas, limites, sonhos, a falta de planos para uma vida melhor, uma vida completa, uma vida com sentido, levante e ande, faça a diferença, arma a diferença.

domingo, 15 de julho de 2018

Querer tem poder

João 5:1-8 alegado por 38 anos
Havida uma crença de cura na fonte

João 5:14 Jesus estava mais preocupado com a vida espiritual do que com a física

Pois Deus está sempre agindo em vocês para que obedeçam à vontade dele, tanto no pensamento como nas ações.
Filipenses 2:13 NTLH

As nossas atitudes dizem muito

domingo, 8 de julho de 2018

Hope for you

Um homem, no meio da multidão, respondeu: “Mestre, eu te trouxe o meu filho, que está com um espírito que o impede de falar. Onde quer que o apanhe, joga-o no chão. Ele espuma pela boca, range os dentes e fica rígido. Pedi aos teus discípulos que expulsassem o espírito, mas eles não conseguiram”.
Marcos 9:17‭-‬18 NVI

Esse pai estava sem esperança, desesperado, pois tinha tentado de tudo.

Podemos questionar Deus, querendo a solução dos nossos problemas hoje.

O menino da história estava assim por muitos anos.

Jesus perguntou ao pai do menino: “Há quanto tempo ele está assim?” “Desde a infância”, respondeu ele. “Muitas vezes esse espírito o tem lançado no fogo e na água para matá-lo. Mas, se podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos.”
Marcos 9:21‭-‬22 NVI

Mas para Jesus tudo é possível

“Se podes?”, disse Jesus. “Tudo é possível àquele que crê.”
Marcos 9:23 NVI

Nossa fé deve ser para hoje te não no amanhã.

Ele respondeu: “Essa espécie só sai pela oração e pelo jejum ”.
Marcos 9:29 NVI

Sempre há esperança com Jesus

domingo, 1 de julho de 2018

Criação de filhos

Qual é nossa expectativa com nossos filhos?

Provérbios 1:1-7

O que ensinamos como pais irá definir a vida dos nossos filhos.

O exemplo dos pais conta muito na formação do caráter das crianças.

Tudo que fazemos, inclusive criar nossos filhos é para a glória de Deus.

Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens,
Colossenses 3:23 NVI

O exemplo do esforço dos pais, determinação, foco, irá passar para nossos filhos, se formos relaxados, preguiçosos, sem determinação, frustrados, nossos filhos tem serão, pois se nem os pais conseguem, como dar a esperança para a criança que é possível, lógico que tem sempre crianças que vão além dos pais, mas a regra é bem mandatoria.

O que você mais respeita?
Qual a forma que você demonstra respeito?
Como seus filhos vão demonstrar respeito por vocês?
Qual a expectativa profissional que nossas crianças?
Eles precisam começar a sonhar em crescer, mas sem deixar de ser criança.

Os pais precisam estar disponível, para conversar, brincar, sair, praticar esportes.

Disciplina com horários são fundamentais: hora para estudar, brincar, dormir, comer.