segunda-feira, 2 de maio de 2016

Ciúmes

Nenhum erro justifica outro.
Mas como ajudar quem já luta com alguns coisa, profunda, e sentimental.

O ciúmes, em si não deveria ser algo ruim, mas infelizmente muitas vezes está associado a alguns diversos pecados, e aí sim se torna algo muito prejudicial.

Não já como sentir ciúmes, sem alguns relação afetiva.

E há uma ténue linha que separa o ciúmes da inveja.

Quando invejamos alguém, nos vemos abaixo, desta, e isso nos incomoda, pois queremos estar por cima.

Já o ciúmes é o sentimento de que alguém que antes estava do seu lado está se afastando, e não necessariamente está se aproximando de outra pessoa.

Ninguém gosta de perder nada, seja um objeto, dinheiro, amizades, tempo, e principalmente relacionamentos, pois é o resultado de tudo que citei antes.

Será que ninguém é de ninguém?
Como Cristão declaramos:
Jesus é meu Senhor!

Assim primeiramente, todos pertencem a Deus, e devem por isso, antes de tudo, fidelidade as direções de Deus.

E dado esse princípio, que é o objetivo da nossa vida cristã, podemos então ajudar, a todos, por misericórdia e graça, pois entendemos que temos falhas também, e fomos perdoados por Deus, por meio do sangue de Jesus, para que possamos perdoar outros, em suas falhas, e ajudar em suas limitações.

É fácil acusar alguém de qualquer pecado, inclusive de ciúmes.

Mas muitas vezes há muitos motivos que alimentam quem já luta com isso